SP: governo quer conter greve de professores

Portal Terra

SÃO PAULO - Com o intuito de vencer a greve dos profissionais de Educação, marcada para o próximo dia 24, o governo de São Paulo estuda uma série de propostas. Entre elas, a antecipação do bônus concedido no início do ano ao servidor.

Outra medida estudada seria a remuneração de pelo menos um mês dos três de licença-prêmio concedidos ao servidor. O direito a três meses de licença ocorre a cada cinco anos só que não remunerados.

E referente a mobilização dos aposentados, o governo pensa em propor incorporação de uma gratificação, em torno de R$ 80 por mês no salário.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais