Calheiros: governo estaria preocupado com pressão

Portal Terra

BRASÍLIA - O governo estaria preocupado com a pressão da oposição para que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) deixe o cargo por conta do processo que responde por quebra de decoro parlamentar. Partidos que não integram a base aliada estariam ameaçando boicote à votação das Propostas de Emendas Constitucionais (PECs) que prevêem a prorrogação - até 2011 - da CMPF e da Descvilculação de Receitas da União (DRU).

A líder do PT na Casa, senadora Ideli Salvatti (SC), já alertou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em duas reuniões do conselho político, que sem a ajuda da oposição não é possível prorrogar a CPMF e a DRU.

Por serem emendas constitucionais, as duas matérias precisam de aprovação mínima de 60% dos senadores e PSDB e Democratas possuem mais de um terço dos parlamentares da Casa.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais