Comandante defende entrega de medalha a diretores da Anac

Agência Câmara

BRASÍLIA - O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Juniti Saito, justificou a entrega da medalha Mérito Santos Dumont a dois dirigentes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A cerimônia ocorreu três dias após a explosão do Airbus da TAM, no aeroporto de Congonhas, que deixou 199 mortos. As medalhas foram recebidas pelo presidente da Anac, Milton Zuanazzi, e pela diretora da agência Denise Abreu.

Em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Crise Aérea, Saito explicou que a concessão de medalhas segue um ritual. O trabalho para a escolha dos agraciados leva cinco meses.

- Não foi de um dia para o outro que a comissão decidiu conceder as medalhas - observou.

- Como comandante, tenho obrigação com esse pessoal, para que tenhamos a agência que queremos, fiscalizadora e experiente. Eles [a Anac] não têm a experiência da Aeronáutica, mas temos trabalhado juntos: a Aeronáutica, a Anac e a Infraero.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais