USP nega negociação com alunos

Portal Terra

SÃO PAULO - A reitoria da Universidade de São Paulo (USP) emitiu comunicado na tarde desta quarta-feira reiterando que só volta a negociar com os alunos que ocupam o prédio da direção da universidade assim que eles deixarem o local.

- A posição da reitoria, após a última reunião realizada com representantes de alunos e funcionários, em 4 de junho de 2007, é de que não haverá negociação com os ocupantes sem a prévia desocupação do prédio - diz a nota.

No começo da semana, os estudantes que ocuram a reitoria pediram nova rodada de negociações. Os alunos pediam que as propostas feitas pela reitoria em negociações anteriores fossem cumpridas. A reitoria retirou todas as propostas feitas anteriormente e diz que só volta a negociar com o fim da invasão.

Durante as negociações, a reitora Suely Vilela ofereceu a construção de mais moradias, reformas no prédio das universidade, melhorias no serviço de transportes e almoço e café da manhã nos restaurantes universitários também aos domingos.