Garcia admite que atrasos dos vôos são responsabilidade do governo

Agência Brasil

BRASÍLIA - O assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, admitiu nesta quarta-feira que os atrasos de vôos nos principais aeroportos do país "são de responsabilidade do governo". E ressaltou que a solução demandará tempo.

- Temos que enfrentar de forma muito abrangente. São coisas de responsabilidade do governo. A Infraero tem que melhorar o seu desempenho. A Anac [Agência Nacional de Aviação Civil] tem que cumprir melhor suas funções. O Ministério da Defesa tem que levar até as últimas consequências toda a reconstituição do sistema técnico que estava defasado. As companhias aéreas também precisam cumprir sua parte - afirmou.

Os passageiros de companhias aéreas enfrentam desde terça-feira atrasos nos aeroportos por causa da falha no sistema de radar em Brasília, que afetou todo o sistema aéreo no país, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero).

- Algumas delas [medidas] vão demandar algum tempo. Espero que isso resolva depressa. Isso entorpece o desempenho da economia e causa desconforto. Daqui a pouquinho vou para o aeroporto. Temo que isso atrapalhe a minha viagem.