Estado de saúde de ACM piora

Portal Terra

SÃO PAULO - Na noite da última terça-feira, o estado de saúde do senador Antonio Carlos Magalhães (DEM-BA), 79 anos, piorou.

O médico do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Kalil, foi chamado às pressas por volta das 22h30m. Segundo o Incor, o estado do senador foi estabilizado.

À tarde, a família do político baiano decidiu suspender os boletins do hospital sobre o estado de saúde do senador, que permanecia internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

ACM deu entrada no Incor na última quinta-feira com complicações cardíacas, de diabetes e renais. A internação seria apenas para a realização de novos exames. A previsão inicial da família era que ele tivesse alta até ontem. Seu quadro, segundo familiares, amigos e médicos, inspira cuidados. Desde março, é a quarta vez que o senador se interna para exames.