Simon defende renúncia de Renan à presidência do Senado

Agência JB

RIO - O senador Pedro Simon (PMDB-RS) pediu, da tribuna do Senado, que Renan Calheiros (PMDB-AL) renuncie à presidência da Casa para poder se defender das acusações de recebimento de dinheiro de uma empreiteira para pagar a pensão de uma filha fora de seu casamento.

Simon, que já havia defendido o afastamento de Renan do cargo pelo mesmo motivo, disse que sua maior preocupação é preservar o Senado.

- Estão surgindo piadinhas, conversinhas, falando mal da Casa, por isso que eu acho que o melhor a ser feito pelo presidente Renan seria deixar a cadeira da presidência da Casa para se defender de todas as acusações que lhe são impostas -, explicou Simon.

O também peemedebista, senador Almeida Lima (SE), rebateu Simon no plenário, dizendo que 'a única reprimenda que o senador Renan fez por merecer até agora é a reprimenda familiar, a ser aplicada pela esposa dele'.

Além de Simon, a renúncia de Renan também começa a ser defendida pelos senadores