Controle volta ao normal após troca de monitores

Agência JB

RIO - O presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, informou que todos os consoles do Cindacta 1, de Brasília, estão em perfeita operação após a troca de dois monitores. As operações já foram retomadas. Segundo ele, é preciso mais algum tempo para resolver os problemas de atrasos nos vôos.

Mais cedo, pessoas ligadas ao setor aéreo brasileiro afirmaram que os controladores de vôo do Cindacta-1, em Brasília, ameaçaram paralisar suas atividades caso não fossem trocados dois monitores que apresentaram problemas técnicos. A troca de equipamentos não teria horário previsto para ficar pronto e, sem a substituição dos monitores, o tráfego entre Brasília e os aeroportos do Sudeste fica completamente prejudicado.

De acordo com a Aeronáutica, os controladores realizaram operação-padrão, fazendo o seqüenciamento de decolagens de 30 em 30 minutos. A operação provocou filas no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A corporação deverá abrir investigação para apurar se houve sabotagem nos equipamentos.

A Força Aérea Brasileira (FAB) suspeita da versão dos controladores. Para a FAB, os problemas alegados não são sufcientes para impedir o controle de tráfego aéreo. Uma nova investigação será aberta nos próximos dias para apurar se houve sabotagem nos equipamentos.

(Com agências)