Xeque-Mate: PF pedirá prorrogação de prisões na sexta-feira

Portal Terra

CAMPO GRANDE - A Polícia Federal pedirá a prorrogação da prisão provisória dos suspeitos de crimes investigados na Operação Xeque-Mate, desencadeada na segunda-feira. Os mandados de prisão concedidos pela Justiça Federal expiram nesta sexta-feira.

Há 78 pessoas presas em Campo Grande (MS), mas um delegado ligado à investigação informou que nem todas as pessoas deverão continuar presas. Delegados estão, nesta quinta-feira, confrontando as informações colhidas nos depoimentos com dados apurados ao longo dos meses de investigação para decidir contra quais acusados será pedida prorrogação da prisão.

Nos últimos dias, houve uma torrente de reclamações de advogados sobre dificuldades de acesso a seus clientes presos na operação. Com o segredo de Justiça sobre a investigação, eles não conseguiram, até agora, ter acesso aos autos do processo.

O juiz Dalton Igor Kita Camargo, da 5ª vara da Justiça Federal em Campo Grande, decidiu na noite de quarta-feira, levantar parcialmente o sigilo sobre as investigações. O pedido foi feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, com a decisão, os advogados terão acesso aos autos e a cópia das conversas interceptadas pelas gravações telefônicas que sustentam a investigação.