Lula se irrita ao ser questionado sobre irmão

Portal Terra

RIO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se irritou, nesta quinta-feira, ao ser questionado sobre as informações de que o irmão mais velho, Genival Inácio da Silva, o Vavá, teria pedido propina a um dos presos na Operação Xeque-Mate, da Polícia Federal. Lula disse que não acha justo ser questionado sobre o assunto, depois de deixar uma reunião com líderes de cinco importantes países.

Lula disse que poderia falar sobre o caso na segunda-feira. O presidente falou com jornalistas após participar de uma reunião do G5 (Brasil, Índia, China, México e África do Sul), que discutiu, entre outros temas, propostas para combater as mudanças climáticas. A reunião ocorreu em Berlim, na Alemanha.

Em São Paulo, Edson da Silva, filho de Vavá reafirmou que o pai tem apenas uma relação de amizade com Nilton Cezar Servo, apontado como um dos chefes do esquema de exploração de caça-níqueis em Mato Grosso do Sul.

Eles disse que o pai prefere não dar declarações porque ainda não sabe do que está sendo acusado.

- Eu só vou poder dizer a vocês tudo isso que a Polícia Federal está dizendo a hora que eu tiver acesso às informações - disse Edson da Silva.