UnB aceita gêmeo barrado em sistema de cotas

Portal Terra

BRASÍLIA - O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) da Universidade de Brasília (UnB) aceitou o recurso do estudante Alex Teixeira da Cunha, 18 anos, e ele poderá participar do vestibular de inverno da instituição pelo sistema de cotas. A UnB havia negado a inscrição de Alex, mas aceitou a de seu irmão gêmeo idêntico, Alan Teixeira da Cunha.

Segundo o coordenador do Cespe, professor Mauro Rabelo, a UnB pretende rever os critérios para a seleção de alunos cotistas, que analisa a cor do vestibulando. Os candidatos tiram fotos, que são anexadas à ficha de inscrição e passam pela avaliação de uma banca. A banca decide quem é ou não negro.

A prova do vestibular do meio do ano da UnB ocorre nos dias 16 e 17 de junho. Esta foi a terceira vez que os irmãos Alan e Alex, filhos de pai negro e mãe branca, se inscreveram para o vestibular da UnB, mas foi a primeira vez que eles optaram pelo sistema de cotas. Alan pretende estudar educação física e Alex, nutrição.