Aviação está a um passo de um colapso, declara presidente da Appa

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves (Appa), George William César de Araripe Sucupira, criticou nesta quarta-feira a falta de infra-estrutura aeroportuária no Brasil, incapaz de absorver o número crescente de passageiros. Sucupira acredita que o sistema de aviação brasileiro esteja a um passo de um colapso, em razão do aumento de passageiros. Em 2006, 57 milhões de pessoas viajaram de avião no País, o que representou um crescimento de 38% em relação a 2000. A expectativa, disse, é que, em 2009, 90 milhões de pessoas viajem de avião.

Segundo a Agência Câmara, Sucupira, que participa de audiência na CPI do Apagão Aéreo, lamentou que até agora, dos R$ 614 milhões solicitados para o setor de aviação para este ano, apenas R$ 75 milhões tenham sido liberados pelo governo.

- É preciso atualizar o sistema de tráfego aéreo para que as informações que chegam ao piloto sejam seguras - afirmou.

Apesar disso, ele disse que o controle de tráfego aéreo no Brasil é seguro, principalmente porque as tripulações são bem treinadas e os aviões têm uma série de equipamentos que alertam para eventuais erros nos procedimentos.

O presidente da Appa disse ainda, em referência à colisão do Boeing da Gol com o jato Legacy, que é normal aviões se cruzarem no céu. Mas equipamentos como o transponder asseguram que o cruzamento seja feito com segurança. Segundo ele, se o transponder estiver ligado, não há como dois aviões colidirem.

As notícias publicadas sobre o caso, disse ainda, já causam efeitos em países da Europa e nos Estados Unidos, mas não correspondem à realidade da aviação brasileira.