Soldado da guarda presidencial se mata junto ao Palácio do Planalto

Portal Terra

BRASÍLIA - Um soldado que integra a Guarda Presidencial - identificado por Ismael - se suicidou neste sábado, por volta de 11h, junto ao Palácio do Planalto. Ele teria se matado com um tiro de fuzil após fazer disparos para o alto.

A morte aconteceu no estacionamento anexo do Palácio do Planalto, que fica a aproximadamente 300 metros da rampa presidencial.

A assessoria de imprensa da Presidência confirma a morte, mas não esclarece as circunstâncias. Uma nota oficial deve ser divulgada no começo da tarde.