Lula chega neste domingo à Índia para intensificar relações bilaterais

Agência JB

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva realiza nesse domingo a Nova Delhi sua segunda visita oficial à Índia. O objetivo da visita de Estado é cumprir agenda de trabalho e participar de atividades de incentivo às relações comerciais bilaterais. A chegada do presidente está prevista para a manhã deste domingo, sem compromissos oficiais.

Lula terá apenas jantar privado com o primeiro ministro indiano, Manmohan Singh. A agenda do presidente em Nova Delhi começa na segunda-feira, com cerimônia oficial de chegada no Palácio Presidencial Rashtrapati Bhavan. Depois, como é de praxe nas visitas de Estado à Índia, participa de homenagem ao Memorial de Mahatma Gandhi.

Lula terá encontro de trabalho com o primeiro-ministro indiano para tratar de temas de interesse bilateral, como energias renováveis, programa espacial, educação, questões sociais, ciência e tecnologia, defesa, cultura e tecnologia da informação. Brasil e Índia devem assinar acordos em áreas ainda não confirmadas pelo governo brasileiro.

A agenda em Nova Delhi também prevê atividades com empresários brasileiros e indianos. Lula falará em seminário sobre oportunidades de negócios no Brasil e na Índia e participará da instalação de um fórum permanente de altos executivos dos dois países. O presidente ainda terá audiência com o líder da oposição indiana, LK Advani (do Bharatiya Janata Party - BJP), e banquete com o presidente da Índia, A. P. J. Abdul Kalam.

O governo indiano aproveitará a visita de Estado para distinguir o presidente Lula com o Prêmio Jawaharlal Nehru, concedido desde 1965 a grandes personalidades internacionais por sua contribuição para a paz e a aproximação entre os povos. Já receberam o prêmio personalidades como Martin Luther King, Madre Teresa de Calcutá e Nelson Mandela e políticos como Yasser Arafat e Helmut Khol.

O presidente Lula deve deixar Nova Delhi na terça-feira à tarde. Segue para a Alemanha onde, ao lado da Índia, China, México e áfrica do Sul, participa como convidado de reunião do G8 - o grupo dos 7 países mais ricos do mundo mais a Rússia.

Em janeiro de 2004, Lula foi convidado de honra do governo indiano para as comemorações do Dia da República.