Lula: Chávez tem que cuidar da Venezuela e eu do Brasil

Agência Brasil

LONDRES - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, na residência oficial da embaixada do Brasil em Londres, que 'o presidente venezuelano, Hugo Chávez, tem que cuidar da Venezuela, eu tenho que cuidar do Brasil, o presidente dos Estados Unidos, George] Bush, tem que cuidar dos Estados Unidos e assim por diante'.

A declaração foi feita após o presidente ter sido informado por jornalistas das afirmações que Chávez fez nesta quinta, na Venezuela. O venezuelano criticou o pedido feito pelo Congresso brasileiro para que ele renovasse a concessão da Rádio Caracas Televisión (RCTV). Segundo informações da Agência Bolivariana de Notícias (ABN), Chávez disse que seria mais fácil que o império português voltasse a se instalar no Brasil do que o governo da Venezuela devolver a concessão, que já terminou, a uma emissora da oligarquia . Além disso, Chávez afirmou que o Congresso brasileiro é "papagaio de pirata dos Estados Unidos".

- Eu não posso falar de um discurso de um chefe de Estado só porque você está me fazendo a pergunta. Numa situação dessas, não sei se o Chávez falou ou não falou. Se ele falou, certamente o embaixador em Caracas vai comunicar o Itamaraty. E depois é o seguinte: todos nós somos adultos e cada um tem responsabilidade pelo que fala - disse Lula.

Lula afirmou também que "cada país faz aquilo da forma mais soberana que puder. No caso do Chávez, é um problema do Chávez com a televisão, a legislação da Venezuela. Não é um problema do Brasil. O problema do Brasil é outro, aqui temos uma prática extremamente democrática com a imprensa, e ela está consolidada. Acho que cada país tem que ter soberania para fazer o que tem que ser feito. Nada mais que isso."

A concessão da RCTV venceu no último domingo e não foi renovada pelo governo venezuelano. Com isso, desde segunda-feira o canal foi ocupado pela estatal Televisora Venezolana Social (Tves).

Na quarta-feira, o Senado Federal brasileiro aprovou um requerimento com o pedido para que Chávez devolva a concessão da RCTV. O presidente venezuelano considerou "lamentável" a atitude dos parlamentares brasileiros.