Funai descobre aldeia isolada

Agência JB

BELÉM - A Fundação Nacional do Índio (Funai) informou que técnicos da Fuinai conseguiram entrar em contato com 87 índios isolados da etnia Metyktire, mais conhecido como kaiapó, na Terra Indígena Menkragnoti, no Pará.

Recém contatado, o grupo está recebendo atendimento preventivo necessário por técnicos da Funai e Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a área está com o acesso restrito. Os índios caminharam cinco dias em mata fechada e agora estão na Terra Indígena Capoto/Jarina, no estado do Mato Grosso. Os índios isolados são parentes do indígena Raoni.

Responsável pela região, o administrador Regional da Funai Megaron Txucarramãe está acompanhando a aproximação do grupo com a aldeia Kapôt.

Segundo Megaron, os índios isolados mostraram interesse em viver com a comunidade. O grupo recém contatado vivia em Terra Indígena demarcada e protegida.

Eles são altos, fortes, cabelos compridos até as nádegas e sete possuem botoque descreveu Megaron.

Homologada pela Funai em agosto de 1993, a Terra Indígena Menkragnoti tem 4,9 milhões de hectares. Já o território dos Capoto/Jarina, homologada em janeiro de 91, possui 634,9 mil hectares. Ao todo, a região representa 13 milhões de hectares de território indígena, num total de cinco áreas demarcadas.