Ambulantes do Brás continuam protesto em SP

Portal Terra

RIO - Os ambulantes que tiveram que deixar o Brás, região central da capital paulista, voltaram às ruas para protestar, na manhã desta sexta-feira.

Os camelôs querem um destino aos 2,3 mil ambulantes que, segundo o sindicato da categoria, não têm onde trabalhar. Destes, apenas 600 tem o Termo de Permissão de Uso (TPU), que permite o comércio.

Ainda nesta sexta-feira, uma comissão dos camelôs deve ser recebida pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi.