Câmara aprova homenagem a frei Galvão, mas descarta feriado

REUTERS

BRASÍLIA - A Câmara dos Deputados alterou o texto do Senado instituindo 11 de maio como Dia Nacional de frei Galvão e não feriado nacional, como havia proposto os senadores.

Como houve alteração no texto original, a matéria retorna ao Senado e não deve haver tempo hábil de a medida ser deliberada até esta quinta-feira. Frei Galvão será canonizado pelo papa Bento 16 na próxima sexta-feira.

O governo posicionou-se contra a proposta do feriado, pois avaliou prejuízos à economia. No mercado financeiro, desde o mês passado, a incerteza sobre se haveria um feriado nacional agitou as operações com juros futuros, calculadas com base nos dias úteis.

A oposição tentou derrotar a base governista e instituir um feriado nacional em vez de um dia de homenagem ao santo, mas foi batida em votação simbólica. A intenção era forçar um veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.