Oposição ameaça ir ao STF para comandar CPI

Portal Terra

BRASÍLIA - O líder do Democratas na Câmara, Onyx Lorenzoni (RS), afirmou nesta quinta-feira que, caso a oposição não tenha o direito à presidência ou à relatoria da CPI do Apagão Aéreo, o seu partido poderá entrar novamente no Supremo Tribunal Federal (STF). O líder argumenta que o bloco ao qual o seu partido faz parte é o segundo maior da casa e por isso teria direito a fazer indicação para um dos cargos.

O bloco, composto também por PSDB e PPS, fica atrás apenas do chamado "blocão" do governo. O regimento da Casa diz, no entanto, que os espaços serão preenchidos pelas maiores bancadas. Com isso, os cargos ficariam com PDMB e PT, que já avisaram que não irão abrir mão do espaço.

- A relatoria deveria ficar com o segundo maior bloco. Se este artigo vale para todas as comissões da Casa, porque não vale para a CPI? Se necessário vamos disputar tanto no colégio de lideres quanto de novo no STF - afirmou Onyx.

No Senado, onde outra comissão sobre o mesmo tema está sendo criada, o Democratas deve ter um dos cargos por ter a segunda maior bancada, atrás apenas do PMDB.