PF apreende mais de 100 mil CDs e DVDs piratas em depósitos de Recife

Agência JB

RECIFE - Durante operação conjunta no centro da capital pernambucana, policiais federais e servidores da Receita Federal apreenderam nesta quarta-feira, cerca de 100 mil CDs e DVs piratas. O material seria comercializado no camelódromo da cidade e estava armazenado em dois depósitos da Avenida Dantas Barreto. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal.

A ação faz parte da segunda etapa da operação Marco Zero, deflagrada na semana passada, quando policiais federais, militares e fiscais da Receita apreenderam 150 mil CDs e DVs falsificados, que estavam sendo vendidos por camelôs, a preços que variavam entre R$ 5 e R$ 7.

- Até agora, ninguém foi preso, mas os proprietários dos dois depósitos serão intimados a prestar depoimento e poderão ser indiciados por crimes de contrabando, violação de direitos autorais, sonegação fiscal e receptação - explicou Giovanni Santoro, assessor de comunicação social da Polícia Federal.

O material falsificado, que vai ser encaminhado à sede da PF para destruição, está avaliado em aproximadamente R$ 1,5 milhão.