Senador estaria envolvido em esquema de grilagem

Portal Terra

SÃO PAULO - Uma interceptação telefônica entre dois suspeitos de participar do esquema de grilagem de terras, fraudes cartorárias e crimes contra o sistema financeiro teria envolvido o senador Jayme Campos (Democratas-MT, ex-PFL) ao grupo. O parlamentar nega qualquer participação. A Polícia Federal prendeu 33 pessoas suspeitas de participar do caso. A Operação Lacraia foi efetuada em Mato Grosso, Goiás e São Paulo.

De acordo com as investigações, funcionários de cartórios falsificavam e forjavam registros e títulos de propriedades rurais, que mais tarde seriam usados na obtenção de empréstimos e financiamentos bancários por "clientes" do grupo.

A suspeita do Ministério Público Federal em Mato Grosso é de que o senador tenha agido em defesa da ex-tabeliã Helena Jacarandá, que foi presa ontem, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Ela e a servidora do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) Ailda de Deus Silva seriam as líderes da quadrilha.

Por meio de sua assessoria, o senador disse que "desconhece completamente" o tema.