Subprefeituras fecham mais 11 bingos em São Paulo

Portal Terra

RIO - Onze bingos foram fechados nesta sexta-feira em operações realizadas por cinco subprefeituras de São Paulo. Nesta semana, outros três estabelecimentos haviam sido fechados na região e mais três foram emparedados por romper o lacre da Prefeitura.

Desde o início das operações sobre os bingos, em abril de 2006, a Secretaria das Subprefeituras contabiliza 79 bingos interditados. Outros 33 têm liminar, 22 estão em processo de fechamento e outros estão em situações diversas, com o respaldo em mandados de segurança. Até agora foram contabilizados cerca de 170 estabelecimentos na capital paulista.

As ações começaram em abril de 2006, após a publicação do Decreto Municipal nº 47.415/2006, que não permite a instalação de Bingos na cidade. Para o funcionamento do bingo, é preciso apresentar uma liminar específica contra a Prefeitura.

Fechamentos

A subprefeitura de Pinheiros fechou duas casas durante a manhã: o Bingo Vilas, no Largo de Pinheiros, e o Black Point, no Itaim. A subprefeitura da Lapa obrigou quatro casas a encerrar as atividades: os bingos Imperador, Clélia, Ceasa e Cerro Corá. A da Casa Verde fechou o Chanceller e o Big Money, enquanto a de Ermelino Matarazzo fechou o Limão e o Bola da Sorte. Já a subprefeitura de Pirituba fechou o bingo São José.