Oposição anuncia que tem assinaturas suficientes para CPI no Senado

Agência Brasil

BRASÍLIA - O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio, disse que a oposição já possui 32 assinaturas para apresentar um requerimento de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a crise no setor aéreo. Segundo o tucano, os partidos devem entregar o requerimento nessa quarta-feira ao presidente do Senado, Renan Calheiros. O mínimo de assinaturas necessárias para uma CPI são 27.

- A CPI tem tudo para sair no Senado - frisou Virgílio.

Para ele, a CPI só não será criada se houver um pedido direto dos líderes dos democratas e tucanos na Câmara.

- Eles vão ter que se acertar e trazer uma posição única para nós, porque aqui já estamos com a viola afinada - disse.

Já o líder do governo no Seando, Romero Jucá (PMDB-RR), disse que se a oposição apresentar o requerimento para a instalação da CPI do Apagão Aéreo, o bloco governista não vai fazer nenhuma ação contrária.

- Vamos enfrentá-la e responder o que tiver que responder, inclusive vamos indicar os membros dessa CPI. O governo não é contra e não age contra a CPI, mas a nossa base no Senado acha desnecessária essa CPI aqui.