Eletronuclear declara que tecnologia nuclear brasileira é segura

Agência JB

BRASÍLIA - O presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, disse nesta terça-feira que os reatores nucleares brasileiros são seguros e que a probabilidade de haver um acidente nuclear é quase nula ("a mesma de um meteorito cair na cabeça de uma pessoa"). Durante audiência pública sobre o tema, Pinheiro da Silva afirmou que é impossível ocorrer no Brasil um acidente similar ao de Chernobyl (que contaminou uma enorme área na Ucrânia, então União Soviética, em 1986). Isso porque o reator brasileiro utiliza uma tecnologia diferente, e o reator de Chernobyl não é mais fabricado.

Pinheiro da Silva informou que os brasileiros não convivem com rejeitos nucleares, pois os rejeitos de baixa e média radioatividade são colocados em contêineres de aço. Já os de alta radioatividade são colocados em depósitos intermediários de longa duração por cerca de 500 anos.

A audiência é promovida pela Comissão de Minas e Energia e ocorre no plenário 14.