GSI deixa vazar áudio de general Heleno com ameaças ao STF

Militar diz tomar sedativos para não levar Bolsonaro 'a atitude drástica' contra o tribunal

Foto: Reuters/Adriano Machado
Credit...Foto: Reuters/Adriano Machado

Em áudio divulgado nessa terça-feira (14), o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, diz que precisa tomar Lexotan "na veia" para não levar Jair Bolsonaro a tomar "uma atitude mais drástica" contra o Supremo Tribunal Federal.

O general fala das "atitudes que são tomadas por esse STF que está aí". A notícia é do jornalista Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

A declaração foi feita na formatura do Curso de Aperfeiçoamento e Inteligência, para agentes em atividade na Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

No discurso, Heleno afirmou que o Supremo está "tentando esticar a corda até arrebentar", e que rezará para que Jair Bolsonaro não sofra um novo atentado no ano que vem.

Procurado para comentar suas declarações, Augusto Heleno respondeu: "O GSI deixa de se manifestar por tratar-se de demanda que aborda o assunto fora de contexto".

O general do Exército ainda disse que "temos um dos Poderes que resolveu assumir uma hegemonia que não lhe pertence, e não pode fazer isso, está tentando esticar a corda até arrebentar. Nós estamos assistindo a isso diariamente, principalmente da parte de dois ou três ministros do STF".

Muita gente em Brasilia não acredita que um gabinete de "Segurança" permitiria que um áudio com esse conteúdo vazasse. Fala-se que a divulgação teria sido bem pensada pelos figurões fardados que vivem ao redor do presidente (Informe JB com agência Sputnik Brasil)

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais