TRE-SP oficializa sistema de urnas e emite zerésima, que atesta ausência de votos

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) realizou neste sábado (27) a oficialização do sistema de gerenciamento das urnas eletrônicas. Na cerimônia, foi emitida a zerésima, documento que comprova a inexistência de votos computados no sistema, ou seja, atesta que o sistema está zerado. O evento aconteceu na sede I do TRE-SP, conforme nota do órgão.

"Esta cerimônia de oficialização serve para que se verifique publicamente que no sistema de gerenciamento não há nenhum dado colocado e nenhum voto computado", disse o presidente do TRE-SP, o desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin na nota.

Além de Padin, participaram do evento juízes eleitorais, servidores do Tribunal, representante da Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo (PRE-SP), advogados e integrantes da Organização dos Estados Americanos (OEA). A cerimônia foi aberta a membros de partidos políticos e cidadãos interessados.

Amanhã (28), antes do início da votação, o presidente de cada mesa de votação emitirá o relatório zerésima da urna e assinará o documento, assim como os demais mesários e fiscais dos partidos políticos e das coligações que desejarem. "Será a prova de que não há votos computados para governador e presidente", conforme o TRE-SP.