PSL nega acordo com Maia

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, afirmou, ontem, que não existe acordo do candidato do partido à Presidência da República, Jair Bolsonaro, com o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para adiantar a votação de projetos defendidos pelo presidenciável ou apoiar a reeleição de Maia à presidência da Casa.

“Zero conversa. Acredito que o presidente da Câmara não esteja preocupado com aquilo que seja do interesse do candidato Jair Bolsonaro, e sim com o que seja do interesse do Brasil. Vamos esperar o resultado da eleição”, afirmou Bebianno, antes de acompanhar Bolsonaro na gravação dos últimos programas para o horário eleitoral.

Segundo Bebianno, caso vença, Bolsonaro anunciará a equipe de transição composta por 52 pessoas e seguirá para Brasília na próxima semana. “O dia exato ainda não está definido”.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais