Ministro da Secretaria-Geral da Presidência decide apoiar Bolsonaro

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ronaldo Fonseca, anunciou nesta segunda-feira, 22, que irá votar no candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, no segundo turno da eleição. Outros ministros do governo, como Carlos Marun (Secretaria Geral) e Sérgio Sá Leitão (Cultura), também apoiam Bolsonaro. Em vídeo, Fonseca disse que o momento é de "absoluta histeria social" e preferiu o "lado dos militares".

"A primeira proposta é conduzida por dois militares. A segunda, por um social de esquerda e uma comunista. A primeira é conservadora nos costumes e liberal na economia. A segunda é liberal nos costumes e intervencionista numa política de Estado. De que lado vamos estar? Eu escolhi o lado dos militares", anunciou. A posição de Fonseca é pessoal, já que o Palácio do Planalto não apoia nenhum candidato. Fonseca é deputado licenciado pelo Distrito Federal. Ligado à Assembleia de Deus, ele deixou o Podemos ao ganhar a vaga no Planalto em maio.

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais