Jornal do Brasil

País - Eleições 2018

Bolsonaro: Em São Paulo, polarização se consolida

Jornal do Brasil

A 13 dias das eleições gerais, Jair Bolsonaro continua líder na preferência dos eleitores do estado de São Paulo. Segundo pesquisa divulgada ontem pelo Instituto Paraná, o presidenciável do PSL cresceu 7,3 pontos percentuais, passando de 23,1%, em agosto, para 30,4%. Apesar de se consolidar à frente, Bolsonaro vê o segundo colocado, Fernando Haddad, do PT, crescer a ponto de dobrar as intenções de votos dos eleitores do estado, saindo de 7,3% em agosto para 14,7%. Ao todo, para a pesquisa, foram entrevistados 2.002 eleitores de 16 anos ou mais, em 88 municípios, durante os dias 19 a 23 de setembro.

Macaque in the trees
Bolsonaro sobe 7 pontos percentuais em SP (Foto: Miguel Schincariol/AFP)

Para os demais principais candidatos, as chances de conseguir chegar a um possível segundo turno ficou mais distante. O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) caiu de 17% para 14,4%. Ciro Gomes (PDT) manteve-se praticamente estável, com uma pequena oscilação positiva de 7% para 7,9%. Já a candidata da Rede, Marina Silva, despencou de 11% para 5%.

Governo e Senado

No mesmo levantamento, os eleitores também responderam sobre suas preferências para governador e senador. Na disputa ao Executivo estadual, João Doria (PSDB) mantém-se à frente, embora com pequena queda de 27,7%, em agosto, para 27% agora. Em segundo lugar vem Paulo Skaf (MDB), que também oscilou pouco, mas para cima: de 22,1% para 23%. O atual governador do estado, Marcio França (PSB), saltou de 6,7% para 12,2%, mas continua longe da disputa ao segundo turno. Embora apresente queda na rejeição de votos, França ainda lidera esse quesito, com 50,5%, contra 48% de Skaf e 48,7% de Doria.

Para o Senado, Eduardo Suplicy lidera isolado as preferências em São Paulo com 31% dos votos, seguido de longe por Mara Gabrilli (PSDB) com 15,5%.



Recomendadas para você