MP Eleitoral representa contra Oscar Maroni por propagandas degradantes à mulher e apologia à prostituição

O Ministério Público Eleitoral ingressou com representação contra o candidato a deputado federal em São Paulo Oscar Maroni, do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), em razão de vídeos de sua propaganda eleitoral veiculados em redes sociais. Neles aparecem duas mulheres em situação degradante, sendo expostas como mercadorias. As peças também fazem apologia à prostituição e mencionam os estabelecimentos do candidato.

O pedido é para que os vídeos sejam retirados do ar e para que Maroni seja proibido de divulgar e publicar esses materiais.

Macaque in the trees
Oscar Maroni postou vídeos em suas redes sociais (Foto: Divulgação)

(Com informações do Ministério Público Eleitoral)