Jornal do Brasil

País - Eleições 2018

Pesquisa XP Ipespe mostra avanço de Haddad

Jornal do Brasil

Desde que foi lançada, em maio deste ano, a pesquisa XP Ipespe, feita pela corretora de valores XP, em parceria com o Instituto de Pesquisas Políticas Econômicas e Sociais (Ipespe), se tornou referência no mundo das finanças. No dia em que sai a pesquisa, antes de o mercado abrir, seus resultados já circulam nas telas eletrônicas de diferentes tamanhos usadas pelos operadores e corretores de bancos, corretoras e distribuidoras de valores. Foi assim na última sexta-feira, quando foi divulgada a última pesquisa, que revela o crescimento do petista Fernando Haddad.

De acordo com a pesquisa XP Ipespe, Haddad chega a 13% no cenário em que é apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e fica em segundo lugar, atrás apenas de Jair Bolsonaro (PSL), que tem 21% das intenções de voto e, por sua vez, fica atrás dos 24% que declararam não ter candidato, votando em branco ou nulo no momento. Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) ficaram empatados logo atrás de Haddad, ambos com 10% das intenções de voto. E Geraldo Alckmin teve 8% dos votos.

No cenário em que não recebe o apoio declarado de Lula, Haddad fica com 6%, ante 23% de Bolsonaro, que nesse caso fica dois pontos à frente dos 21% que não têm candidato algum. A segunda colocação nesse cenário fica com Marina Silva, com 13%, e atrás dela vêm Ciro Gomes, com 10% e, Alckmin, com 9%.

Realizada antes da impugnação da candidatura de Lula pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a pesquisa mostra ainda o cenário com Lula, que lidera com 33%, seguido de Bolsonaro, com 21%. Neste cenário, a terceira colocação é de Ciro Gomes, com 8%, um ponto percentual a mais que Marina Silva e Geraldo Alckmin, ambos com 7% das intenções de voto. Os três estão atrás dos 12% que não declararam voto em candidato algum. A pesquisa entrevistou 1 mil pessoas e a margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.



Recomendadas para você