Desmatamento na Amazônia em abril bate recorde, mostra Inpe

Área desmatada foi de 580km2, a maior para o mês desde 2016

Mayke Toscano
Credit...Mayke Toscano

O desmatamento na Amazônia em abril de 2021 foi o maior para o mês na série histórica, com 580,55 km2 registrados, divulgou o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) nessa sexta-feira (7).

O recorde anterior para o mês havia sido registrado em 2018 (489,52km2) e o valor deste ano é cerca de 42% maior do que o computado em 2020 (407,2km2). Esse é o segundo mês consecutivo de recorde no desmatamento da Amazônia Legal e o valor registrado em abril é maior do que a soma dos três primeiros meses do ano (576,15km2).

Outro dado preocupante é que a soma do que foi derrubado na área entre janeiro e abril é de 1.156,7km2, o segundo pior resultado desde o início da série histórica, ficando atrás apenas de 2020.

O governo federal vem sofrendo bastante pressão internacional sobre o tema e o presidente Jair Bolsonaro se comprometeu, por carta enviada a Joe Biden e em discurso na cúpula da última semana, que o país cumpriria a meta de zerar o desmatamento na Amazônia Legal até 2030.

No entanto, denúncias de diversos servidores públicos e organizações de proteção ambiental acusam o governo de desmantelar e paralisar as ações de combate ao desmatamento ilegal na região.(com agência Ansa)