Avião com 1ª remessa de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility chega ao Brasil

O voo vindo de Miami, nos EUA, chegou na tarde desse domingo (20), com 842 mil vacinas pelo consórcio Covax Facility, cujo contrato prevê 42,5 milhões de doses

Foto: Reuters / Carl Recine
Credit...Foto: Reuters / Carl Recine

A aeronave com carregamento da Pfizer, vinda de Miami, nos EUA, pousou em Viracopos, em São Paulo, contendo 842 mil doses da primeira remessa de imunizantes da farmacêutica norte-americana ao país por meio do consórcio global liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, postou um vídeo no Twitter mostrando chegada do lote por volta das 16h15 (hora de Brasília), que vai seguiu para Guarulhos, onde fica o centro de distribuição do Ministério da Saúde, acompanhado pela Polícia Federal.

Outros 14 lotes do imunizante contra a covid-19 já foram recebidos, todos pelo contrato direto com o governo federal. O Ministério da Saúde havia recebido e distribuído cerca de cinco milhões de doses do consórcio global liderado pela OMS e aliança GAVI.

Nos lotes anteriores, todas as doses eram da AstraZeneca/Oxford, fabricada na Coreia do Sul. Neste contrato, intermediado pela OMS com a Covax Facility, estão previstas 42,5 milhões de doses de vacinas da Pfizer até o fim do ano.

A farmacêutica foi um dos assuntos mais comentados nas últimas semanas na CPI da Covid e nas redes sociais, por conta da polêmica que envolve as dezenas de emails da Pfizer ignorados pelo Ministério da Saúde. Ainda no ano passado, três ofertas formais para venda de 70 milhões de doses foram feitas pela empresa, mas ficaram sem resposta.(com agência Sputnik Brasil)