Brasil acumula 456 mil mortes e 16,3 mi de casos na pandemia

Foto: Epa
Credit...Foto: Epa

O Brasil registrou nessa quinta-feira (27) mais 2.245 mortes e 67.467 casos positivos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando os totais de óbitos e contágios para 456.674 e 16.342.162, respectivamente, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Os números representam uma queda na quantidade de vítimas e infecções contabilizadas na mesma data da semana passada, quando foram 2.403 vidas perdidas e 82.039 diagnósticos.

As médias móveis de óbitos e casos dos últimos sete dias voltaram a cair: são 1.797 falecimentos e 64.010 contaminações.

A maior taxa de letalidade é a do Rio de Janeiro, com 5,9%, mais do que o dobro da média nacional, que está mantida em 2,8%. Na sequência aparecem Pernambuco (3,3%), Amazonas (3,4%) e São Paulo (3,4%).

Os dados confirmam o Brasil na segunda colocação entre as nações com mais mortes pela doença em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Já em número de infectados, o país liderado por Jair Bolsonaro ocupa a terceira colocação mundial, atrás apenas dos EUA e da Índia, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Em âmbito nacional, São Paulo é o estado mais afetado na emergência sanitária, com 3.239.657 infecções e 109.850 vidas perdidas desde o início da pandemia.(com agência Ansa)