Brasil fica com o pior desempenho na gestão da pandemia no mundo, revela estudo

.

Foto: reprodução
Credit...Foto: reprodução

Um estudo recém-publicado elaborado pelo Instituto Lowy, um laboratório de ideias australiano, descobriu que a Nova Zelândia foi o país mais eficaz do mundo na gestão da pandemia do novo coronavírus, enquanto o Brasil ficou em último lugar entre os 98 países analisados.

De acordo com os dados da pesquisa, além da Nova Zelândia os nove países com melhor desempenho são: Vietnã, Taiwan, Tailândia, Chipre, Ruanda, Islândia, Austrália, Letônia e Sri Lanka. EUA, Reino Unido e a Rússia, por sua vez, estão perto do fim da lista.

O estudo estabeleceu também que, em média, os países da região da Ásia-Pacífico são mais bem-sucedidos em conter a covid-19, enquanto a propagação do vírus Sars-Cov-2 acelerou em grandes partes das Américas.

No que se refere à Europa, África e Oriente Médio, embora essas regiões tenham conseguido conter a primeira onda da pandemia com aplicação de medidas preventivas robustas, não conseguiram controlar a segunda onda.

O estudo surge em um momento em que o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no mundo ultrapassou 100 milhões, e o número total de mortes excede os dois milhões, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, EUA.

O Brasil registrou 1.319 novas mortes pela covid-19 e 64.895 novos casos da doença na quarta-feira (27). Com isso, o país chegou a 220.237 óbitos e a 9.000.485 de pessoas infectadas pelo Sars-Cov-2.(com agência Sputnik Brasil)