Chuvas e deslizamentos deixam ao menos 12 mortos no Grande Recife

Em 6h foram registrados 101 milímetros de chuvas, o volume corresponde a oito dias de chuva, segundo a média histórica para o mês de julho, segundo Inmet

reprodução/ whatsApp
Credit...reprodução/ whatsApp

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Pelo menos 12 pessoas morreram em deslizamentos após as fortes chuvas que atingiram a região metropolitana do Recife entre a noite de terça-feira (23) e a madrugada desta quarta (24).

O Corpo de Bombeiros de Pernambuco confirmou uma morte no bairro Dois Unidos, no Recife, duas em Águas Compridas e outras duas na Estrada do Passarinho, em Olinda.

Por volta das 10h desta quarta, os bombeiros confirmaram mais três mortes do bairro Caetés, na cidade de Abreu e Lima.

No início da tarde, foi confirmada mais uma morte no bairro de Caetés. Uma vítima chegou a ser retirada dos escombros com vida e foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ainda há uma pessoa soterrada no local.

Também foi confirmada a morte de duas vítimas no bairro Caixa D'Água, em Olinda.

O temporal ainda deixou as principais avenidas da cidade alagadas e derrubou encostas e árvores, causando transtornos para a população do Grande Recife.

Também foram registrados deslizamentos nas cidade de Jaboatão dos Guararapes, mas sem vítimas.

Segundo balanço parcial da Defesa Civil do Recife, foram registrados 101 milímetros de chuvas num período de seis horas. O volume corresponde a oito dias de chuva, segundo a média histórica para o mês de julho, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

A Apac (Agência Pernambucana de Águas e Clima) emitiu um alerta para chuvas moderadas ou fortes no Recife nas próximas 24 horas. A Defesa Civil do Recife está de plantão e pode ser acionada através do telefone 0800-0813400.