Ônibus em SP operam com 100% da frota em dia de protestos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O sistema de ônibus coletivo funcionou normalmente na capital paulista nesta sexta-feira (14) de protestos contra a reforma da Previdência.

Segundo a SPTrans, que administra o sistema, 100% da frota estava em operação na capital por volta das 13h, horário em que a empresa divulgou último balanço de suas atividades.

"Os 29 terminais municipais estão com operação de ônibus. Nenhuma operadora tem interrupção na saída da frota", informou a SPTrans.

Técnicos da SPTrans estão nas ruas desde a madrugada, monitorando a operação do transporte público e orientando passageiros nos terminais e pontos estratégicos da cidade.

A empresa disse também que "fez o prolongamento, a criação de linhas e o reforço da frota", segundo trecho de comunicado.

Usuários de ônibus na capital paulista lidam, no entanto, com carros superlotados, já que metroviários aderiram à greve geral.

No terminal Santana, na zona norte da cidade, usuários afetados pela paralisação da linha 1-azul do metrô durante a manhã esperavam mais de uma hora na fila dos poucos coletivos que levam ao centro.