Jornal do Brasil

País

Corte de 30% não é razoável, diz governador do Rio Grande do Sul

Jornal do Brasil

O bloqueio de 30% dos recursos discricionários das universidades federais não é razoável, afirmou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), após evento em Nova York.

"Não parece razoável um corte de 30%. [Corte de] 30% linearmente, sem critérios, sem dúvida nenhuma gera um problema. Estamos trabalhando no sentido de sensibilizar o ministério e tenho segurança que isso acontecerá para que esse investimento não seja cortado", disse.

O governador afirmou que as instituições são importantes para formar profissionais qualificados no estado. "É claro que é muito ruim para qualquer universidade. A do Rio Grande do Sul e as outras federais que temos -Pelotas, Santa Maria, Rio Grande, Unipampa- todas essas universidades são importantes na formação da mão de obra qualificada para o estado do Rio Grande do Sul". Eduardo Leite está em Nova York para o Latam CEO Conference, evento do Itaú que reúne empresas brasileiras e latino-americanas em busca de parceiros comerciais globais.

PAULA MOURA