Estudantes e centrais sindicais protestam no CE

FORTALEZA, CE (FOLHAPRESS) - Em Fortaleza, na capital do Ceará, a manifestação ocorre em meio aos carros em uma das avenidas mais movimentadas da cidade, a 13 de maio. As manifestações desta quarta-feira (15) em todo o país ocorrem após o anúncio de cortes e bloqueios pelo ministério da Educação no governo Jair Bolsonaro. Estudantes e integrantes de centrais sindicais seguem da praça da Bandeira, no centro, até a reitoria da UFC (Universidade Federal do Ceará) pela 13 de maio. Aos gritos de "tem dinheiro pra milicia, mas não tem pra educação" e "não é mole não, Bolsonaro vai acabar com a educação".

MARCEL RIZZO