Pelo Twitter, Maia rebate Bolsonaro e diz que 'cabe ao Congresso autorizar declaração de guerra a outro país'

Ele escreveu nas redes sociais que papel do Brasil diante da crise na Venezuela será decidida 'exclusivamente' pela presidência

Pelo Twitter, presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) respondeu ao presidente da República, Jair Bolsonaro , que havia dito que qualquer hipótese sobre o papel do Brasil diante da crise na Venezuela será decidida "exclusivamente pelo Presidente da República". Ele rebateu afirmando que  cabe ao "Congresso Nacional autorizar uma declaração de guerra a outro país pelo presidente da República". Maia explica que esta determinação está prevista na Constituição Federal.