Dodge cobra 'soluções' para garantir segurança

Ao lembrar que o desastre em Brumadinho completa um mês hoje, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, destacou que a população ainda aguarda das autoridades a confirmação sobre o risco de rompimento de novas barragens, assim como "clama" pela recuperação dos desaparecidos.

"No dia em que o desastre de Brumadinho completa um mês, muitos temem por suas vidas, aguardam das autoridades a confirmação sobre o risco de rompimento de novas barragens e clamam por recuperação dos desaparecidos, recomposição dos danos e reparação das vítimas", disse.

Dodge e o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, assinaram no final de janeiro uma portaria conjunta para a criação de um observatório que pretende garantir uma resposta mais rápida da Justiça para os atingidos pelas tragédias de Mariana e Brumadinho, além dos familiares das vítimas do incêndio na Boate Kiss e de outras questões "ambientais, econômicas e sociais de alta complexidade".

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, também sancionou ontem um Projeto de Lei que estabelece regras mais rígidas para a atividade de mineração no estado. O PL ainda terá que ser regulamentado pelo Semad, e tem, entre as normas previstas, a proibição da construção de barragens a montante - estruturas como as de Brumadinho.