Parisotto é condenado por agressão a Luiza Brunet

Empresário Lirio Parisotto foi condenado ontem em segunda instância por agredir a ex-namorada Luiza Brunet. O caso aconteceu durante uma viagem a Nova York e se repetiu no Brasil no ano de 2015. Condenado por unanimidade, terá que cumprir um ano de serviço comunitário e de detenção em regime aberto e dois de vigilância - comparecimento semanal às autoridades e autorização para viajar ao exterior.

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais