João Doria: Decisão de retirada de candidatura de Tasso foi do PSDB no Senado

No Congresso Nacional para a posse dos novos parlamentares, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou na tarde desta sexta-feira, 1º, que a decisão de retirada da candidatura do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) para a presidência da Casa não foi do partido, mas da bancada no Senado.

Questionado sobre as prioridades para o novo Congresso, Doria afirmou que a "primeira necessidade do País é votar a reforma da Previdência; a segunda, a reforma da Previdência; a terceira, a reforma da Previdência".

 

Macaque in the trees
Governador de São Paulo, João Doria. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil)

Doria afirmou ainda esperar que o Congresso "cumpra seu dever, vote com os brasileiros e vote também a reforma da Previdência".