Vale não autorizou terceiros, inclusive advogados, a falar em seu nome

A assessoria de imprensa da mineradora Vale atualizou nota divulgada à imprensa e desautorizou nominalmente o advogado Sergio Bermudes a falar em nome da companhia. "A Vale não reconhece as declarações feitas à mídia pelo advogado Sergio Bermudes e afirma que seu mandato não o autoriza a dar quaisquer declarações sobre a Vale, seja em nome da empresa, seja para expressar a sua opinião pessoal sobre o tema do rompimento da barragem em Brumadinho (MG)", cita a nota atualizada.

Assim como citado em nota divulgada mais cedo, a empresa volta a ressaltar "de forma enfática" que continuará contribuindo com "todas as investigações para a apuração dos fatos e que esse é o foco da sua diretoria, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas". "A Vale reitera o compromisso de reparação total dos impactos decorrentes do rompimento", completa o texto.

Macaque in the trees
Corpo de Bombeiros de Minas Gerais retoma as buscas por sobreviventes da tragédia causada pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), na manhã deste sábado (26) (Foto: FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

Mais cedo, o advogado Sergio Bermudes, um dos principais defensores da mineradora, afirmou à imprensa que "não vê responsabilidade" da companhia sobre o rompimento da barragem em Brumadinho e que já havia enviado à Justiça mineira pedido de reconsideração sobre as decisões que bloquearam R$ 11 bilhões do caixa da empresa.