Três mil pessoas são retiradas de suas casas por ameaça de novo rompimento

O Corpo de Bombeiros informou que cerca de 3 mil pessoas estão sendo retiradas de suas casas, em Brumadinho (MG), por causa da ameaça de rompimento de uma nova barragem, no complexo minerário da Vale.

A evacuação do local teve às 05h30 da manhã deste domingo, 27, quando soou o alarme na cidade, informando que havia risco de rompimento de uma segunda estrutura. Segundo o Corpo de Bombeiros, um novo rompimento poderia afetar até 24 mil pessoas que vivem na região, comprometendo fornecimento de água e energia.

Macaque in the trees
Corpo de Bombeiros de Minas Gerais retoma as buscas por sobreviventes da tragédia causada pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), na manhã deste sábado (26) (Foto: FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

Bombas de bombeamento foram instaladas nesta segunda barragem para retirar a água que está armazenada na estrutura. Havia algo entre 3 milhões e 4 milhões de metros cúbicos de água no local. Nesta tarde, o volume já havia sido reduzido para 840 mil metros cúbicos.

O risco de rompimento dessa segunda barragem ainda permanece, o que levou o Corpo de Bombeiros a suspender temporariamente a busca por novos sobreviventes e vítimas da tragédia de Brumadinho.

"Fizemos uma reanálise do cenário, considerando a quantidade de água reduzida. Por isso, a evacuação máxima chegará a 3 mil pessoas", comentou o tenente do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara. "Não temos ainda informação sobre o tempo que essas pessoas permanecerão fora. Estamos analisando em tempo real. Nosso foco agora principal é retirar essas pessoas dessa área de risco."

O Corpo de Bombeiros declarou que ainda trabalha com a possibilidade de encontrar sobreviventes. Há uma forte preocupação com a segurança e entrada de pessoas no perímetro da mina. As polícias Militar e Civil estão mobilizadas para impedir que pessoas entrem na área e prejudiquem o trabalho de busca de vítimas. As estradas foram bloqueadas e há policiais espalhados pela cidade para impedir a passagem.

A polícia também detectou tentativas criminosas de pessoas pedindo doações em dinheiro para ajudar famílias, em mensagens e contas espalhadas pela internet. As doações de mantimentos que a prefeitura de Brumadinho já recebeu até o momento, segundo a Polícia Militar, também são suficientes até o momento e, apenas em novos casos de necessidade, serão oficialmente comunicadas.