Defesa Civil Nacional reconhece calamidade pública em Brumadinho

Governo de Minas diz que não é preciso fazer campanhas de arrecadação

 A Defesa Civil Nacional, ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu o estado de calamidade pública em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

O reconhecimento sumário da situação de calamidade ocorre em casos de eventos anormais, de grande intensidade e impacto, que causam danos e prejuízos e afetam a capacidade de socorro e de assistência local da população.

Macaque in the trees
Corpo de Bombeiros de Minas Gerais retoma as buscas por sobreviventes da tragédia causada pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), na manhã deste sábado (26) (Foto: FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O ministério instalou em Brumadinho um posto de operações para órgãos federais foi instalado no município. Conforme nota da pasta, “o monitoramento da região, das situações climáticas e dos serviços essenciais está sendo realizado 24h por equipes do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), que enviam constantemente alertas e informações ao Centro de Comandado criado pela Defesa Civil municipal”.
Doações

O Governo do Estado de Minas Gerais informou que neste momento “não é necessário realizar campanhas de arrecadação de donativos e água para as vítimas atingidas pelo rompimento de uma barragem no município de Brumadinho, região metropolitana da capital mineira”. Conforme informação repassada à imprensa, “agora, a prioridade é resgatar vítimas e evitar novos danos ou ocorrências na região.