Bretas recua e diz que comentário sobre 'forças retrógradas' foi 'genérico'

O juiz responsável pelo andamento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, publicou uma segunda postagem de esclarecimento no seu perfil no Twitter sobre comentário feito nesta quarta-feira, 19.

Por volta das 15 horas, Bretas publicou uma postagem em que dizia que o Brasil está "mudando para melhor", mas que "haveremos de conviver com forças retrógradas, comprometidas com o modelo superado".

Macaque in the trees
Juiz Marcelo Bretas (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A postagem foi feita aproximadamente 1h30 depois da decisão tomada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, de suspender prisões após condenação em segunda instância. A decisão monocrática beneficia ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso pela Lava Jato em Curitiba.

Mais de duas horas depois, Bretas fez uma nova postagem na rede social, alegando que esclarece que "se trata de comentário genérico, sobre a situação que vivemos em nosso País. Não me refiro a pessoas ou casos determinados", afirmou.