Jornal do Brasil

País

Vacinação atingiu meta, diz ministério

Jornal do Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite atingiu a meta de imunizar 95% do público-alvo estabelecida pelo governo federal. Enquanto a média geral de vacinação contra sarampo foi de 95,3%, a de poliomielite ficou em 95,4%. No total, 21,4 milhões de doses foram aplicadas, beneficiando 10,7 milhões de crianças. O balanço foi divulgado ontem pelo Ministério da Saúde.
A campanha foi encerrada na sexta-feira, depois de ter sido prorrogada pela pasta. Alguns estados e municípios, no entanto, mantêm a vacinação. Os números do ministério mostram variações da cobertura vacinal entre estados. Quinze deles atingiram a meta para as duas vacinas. Já São Paulo e Tocantins alcançaram o índice mínimo de 95% somente na vacinação contra pólio.
O Rio de Janeiro foi a unidade federativa com o pior desempenho da campanha, com uma cobertura de 83,3% contra poliomielite e de 84,4% contra sarampo, taxas que poderão ser melhoradas, já que a Secretaria de Saúde do estado decidiu prorrogar a ação até o próximo sábado. Na sequência, aparece o Distrito Federal, com 88% e 87,5%, respectivamente.
De acordo com o ministério, 1.180 municípios não alcançaram a meta estabelecida pelo governo e cerca de 516 mil crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças. A única faixa etária que não chegou ao índice esperado foi a de crianças de 1 ano, cuja cobertura está em 88%. Na última terça-feira, a abrangência vacinal dessa faixa etária se encontrava em torno de 85%.
A orientação da pasta, este ano, era de que todas as crianças com mais de 1 e menos de 5 anos de idade recebessem doses das vacinas, inclusive se já tivessem sido imunizadas.



Recomendadas para você