Jornal do Brasil

País

Polícia detém 2º suspeito de ataque contra Bolsonaro

Homem prestou depoimento, foi liberado, mas é investigado

Jornal do Brasil

Um segundo suspeito de participação no ataque contra o candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro, foi detido e prestou depoimento na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. O suspeito, um homem cuja identidade não foi revelada, já foi liberado. Apesar disso, ele continua sob investigação. Já o responsável pelo ataque a Bolsonaro foi identificado como Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, natural de Montes Claros.

Ele foi filiado ao PSOL por ao menos sete anos, mas, no Boletim de Ocorrências, relevou que agiu por motivos pessoais. Adélio segue preso e a Polícia Federal conduz as investigações.

Na tarde de ontem, Adélio esfaqueou Bolsonaro no abdômen durante um ato de campanha. O candidato precisou passar por uma cirurgia de emergência no intestino e passou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Santa Casa de Juiz de Fora. O ataque pode tirar Bolsonaro da campanha eleitoral para o primeiro turno das eleições, que ocorrerá em 7 de outubro e para o qual ele aparece na liderança das pesquisas de intenção de voto.



Tags: Bolsonaro

Recomendadas para você