Leandro Mazzini

Psb imita vereador e muda de time em minas o psb dá sinais de que vai abandonar o pt no segundo maior colégio eleitoral do país, onde os petistas lutam para sobreviver.

Ontem foi eleito para a presidência da câmara de vereadores de belo horizonte o edil léo burguês. tucano, o vereador teve como principal aliado o prefeito da capital, marcio de lacerda (psb), sem consentimento do pt. o vice-prefeito petista robertinho carvalho vai procurar hoje aliados para debater o futuro do partido. lacerda é aliado de fernando pimentel no estado, mas também muito próximo de aécio neves. a direção nacional do psb acompanha com cautela a situação. léo burguês, alçado ao holofote, traz de carona um caso de dar inveja a ronaldo fenômeno. em 2007, ele foi parar na delegacia de nova lima, na região metropolitana, com três travestis que o acusaram de agressão e de dar calote de r$ 600 num programa. léo rechaça. aproximações semana passada, aécio jantou com o presidente do psb, o governador eduardo campos, em brasília. mas a conversa foi focalizada mais na fábrica de componentes da fiat, que está trocando bh por pe r n a m b u c o.

Novo horizonte além dessa aproximação com os tucanos, o psb está se fortalecendo em minas.

Com seis meses no partido, o ex-ministro walfrido dos mares guia, ex-ptb, deve virar vice-presidente da legenda em minas este ano. lacerda vai comandar o partido.

Movimentos para o senador alvaro dias (psdb-pr), apesar de um movimento municipal, essa decisão do psb pode aproximar o psdb dos socialistas. é o que tem pregado parte do tucanato, a aliança com partido de esquerda. nas alturas! mal o bc cortou o crédito de carteira de empréstimo para os bancos, e o resultado já se via ontem.

Um banco privado subiu os juros de financiamento de 1,83% para taxas de 5% a 6,5% ao mês.

Futuro o tse deve julgar hoje o recurso de garotinho, eleito federal mais votado no rio, mas declarado inelegível pelo tre, com base na ficha limpa, por causa de abuso econômico em campos em 2008. quar teto garotinho elegeu-se com quase 700 mil votos e puxou mais três deputados com ele, da coligação, pelo fator da proporcionalidade. ou seja, se ele cair, sobem quatro federais que não se reelegeram.

Pires o senador antônio carlos valadares (se) só aceita virar ministro com pasta pronta. não quer ficar “de pires nas mãos” atrás de verbas da união e emenda parlamentares, disse a um aliado. articula-se sua “subida” para que o suplente josé dutra (pt) vire senador. “ pegamos um sistema destruído, desmantelado.

Mudamos isso, colocamo-lo em pé guilherme cassel, ministro do desenvolvimento agrário.